Escrito em
por edgeuno tech
21 de junho de 2023
Última modificação em 30 de junho de 2023 às 08:50 am

Tendências em Telecomunicações para 2023

O cenário tecnológico está em constante mudança e, de acordo com estas tendências de telecomunicações, 2023 não será exceção.

À medida que o mundo se torna cada vez mais interconectado, a demanda por serviços de telecomunicações de alta velocidade continuará a crescer, e novos data hubs regionais e serviços de telecomunicações expandidos desempenharão um papel vital no apoio a esta tendência. Para competir no mercado global, as empresas precisam estar cientes das tendências e saber como se adaptar.

Aqui apresentamos 6 tendências de telecomunicações para 2023, em áreas específicas onde haverá uma alta demanda por serviços de telecomunicações:

1. A Ascensão do Telecom nas áreas Rurais e Smart

Apesar dos recentes avanços nas telecomunicações, muitas áreas rurais ainda são pouco atendidas quando se trata de acesso à banda larga. No entanto, isto está mudando rapidamente devido ao aumento dos investimentos em infraestrutura e ao avanço das aplicações de realidade virtual.

Em 2023, espera-se que as áreas rurais vejam um aumento significativo na velocidade da banda larga, tornando possível aos residentes usufruir do mesmo serviço de Internet de alta velocidade que os que vivem em áreas urbanas. Além disso, o crescimento do mercado de data centers proporcionará um impulso às empresas de telecomunicações que oferecem serviços baseados na nuvem.

À medida que os data centers se tornam mais difundidos, eles poderão oferecer serviços mais acessíveis e confiáveis aos clientes rurais. Isto garantirá que as empresas nestas áreas possam tirar proveito das últimas inovações em computação em nuvem.

Um estudo da Universidade Estadual de Ohio descobriu que os agricultores estavam dispostos a gastar $10 e $30 por acre em ambientes rurais dos EUA para fornecer cobertura de banda larga de alta velocidade. Esta disposição de pagar indica claramente a alta demanda por melhores serviços de telecomunicações nas áreas rurais. As redes privadas também têm um papel a desempenhar para levar a banda larga de alta velocidade aos clientes rurais.

2. A Ascensão de Datasphere

Datasphere é um termo usado para descrever a crescente tendência de distribuição de dados. Isto se deve ao crescente uso de serviços em nuvem e à proliferação de dispositivos que são capazes de se conectar à Internet.

À medida que mais e mais empresas movem seus dados para a nuvem, espera-se que Datasphere cresça exponencialmente. Isto criará novas oportunidades para as empresas de telecomunicações que são capazes de fornecer serviços de dados confiáveis e rápidos. Além disso, o aumento da Internet das Coisas (IoT) levará a um aumento da quantidade de dados que é gerada diariamente.

De acordo com a IDC, Datasphere foi estimado em 64 zettabytes somente em 2020 - e os sinais continuam a apontar para um tremendo crescimento nos próximos anos. Isto significa que as empresas de telecomunicações devem estar preparadas para lidar com grandes quantidades de tráfego de dados e investir na infraestrutura necessária para apoiá-lo.

Em particular, eles devem se concentrar na análise de Big Data e nos serviços baseados em cloud. Com o uso dessas tecnologias, os provedores podem minimizar a quantidade de dados que precisam ser processados no local, liberando assim recursos valiosos.

3. AR & VR estão aqui para ficar

Como as grandes empresas de tecnologia continuam a investir em aplicações de realidade aumentada e virtual, a demanda por conexões de banda larga de alta velocidade só vai aumentar. Estas aplicações requerem muita largura de banda e latência, portanto, os provedores devem ter a infraestrutura necessária para apoiá-las.

Em 2023, esperamos ver mais empresas adotando aplicações VR e AR. Os casos de uso dessas tecnologias são vastos, desde educação e treinamento até design e marketing de produtos.

Enquanto a RV tem visto um início lento em termos de adoção, a RA tem crescido a um ritmo acelerado. Isto se deve ao sucesso das aplicações móveis que utilizam RA para melhorar a experiência do usuário. Nos próximos anos, podemos esperar ver mais empresas usando RA para se engajar com seus clientes e promover seus produtos.

Para as empresas de telecomunicações, esta tendência apresenta uma grande oportunidade de aumentar as receitas através da venda de planos de dados de maior velocidade aos usuários que deles necessitam. Além disso, elas devem se concentrar no desenvolvimento de aplicações inovadoras de RA e RV próprias para se manterem à frente da concorrência.

4. A Proliferação do Edge Computing

Edge Computing (ou Computação de borda) é um termo usado para descrever a crescente tendência de movimentação do processamento e armazenamento de dados para mais perto da fonte dos dados. Isto está em contraste com os métodos tradicionais de computação centralizada, onde todos os dados são processados e armazenados em um único local.

A principal vantagem do edge computing é que ela pode reduzir a quantidade de dados que precisam ser enviados para a nuvem. Ao fazer isso, os provedores podem economizar nos custos de largura de banda e melhorar o desempenho e a confiabilidade de seus serviços.

Além disso, o edge computing pode ajudar as empresas a reduzir a latência associada à transmissão de dados pela Internet. Isto é especialmente importante para aplicações que requerem resposta em tempo real, tais como a realidade aumentada e virtual.

O crescimento do edge computing está sendo impulsionado pela crescente popularidade dos dispositivos IoT. Esses dispositivos estão gerando enormes quantidades de dados que precisam ser processados e armazenados localmente. O Edge Computing fornece uma maneira eficiente de fazer isso sem ter que enviar todos os dados para a nuvem.

Para as empresas de telecomunicações, o crescimento do Edge Computing representa uma grande oportunidade para aumentar as receitas através da venda de planos de dados de maior velocidade aos usuários que deles necessitam. Além disso, elas devem se concentrar no desenvolvimento de aplicações de edge computing inovadoras próprias para se manterem à frente da concorrência. Se conseguirem fazer isso, estarão bem posicionadas para capitalizar a crescente demanda por esses serviços.

5. Machine Learning e serviços de AI-Driven

Nos últimos anos, temos visto um aumento no uso de Machine Learning e inteligência artificial (IA) para impulsionar várias aplicações comerciais. Esta tendência só vai continuar nos próximos anos, à medida que estas tecnologias se tornarem mais avançadas e acessíveis.

Dentro da indústria de telecomunicações e comunicações de alta velocidade, o Machine Learning e IA podem ser usados para otimizar o desempenho da rede, o suporte ao cliente e os esforços de marketing. Por exemplo, os operadores podem usar IA para monitorar a rede em busca de problemas e resolvê-los automaticamente - independentemente de sua localização ou hora do dia. Isto pode ajudar a melhorar a qualidade do serviço e reduzir a rotatividade do cliente.

Além disso, Machine Learning pode ser usado para desenvolver campanhas de marketing direcionadas que são mais propensas a converter clientes. Isto é feito através da análise dos dados dos clientes para identificar padrões e tendências. A IA também pode ser usada para fornecer suporte ao cliente em tempo real via chatbots. Estes bots podem lidar com tarefas simples, tais como gerenciamento de contas e consultas de faturamento.

Para as empresas de telecomunicações, investir em Machine Learning e serviços orientados por IA será essencial para se manter à frente da concorrência. Aqueles que não adotarem estas tecnologias ficarão rapidamente para trás e perderão market share.

 6. Internet das Coisas (IoT)

Por que o IoT? As pesquisas indicam que em poucos anos, teremos quase 40 bilhões de dispositivos em todo o mundo que utilizam algum tipo de tecnologia de Internet das Coisas. Estes dados apresentam uma enorme oportunidade para a indústria de telecomunicações - ainda mais quando consideramos a popularização das conexões 5G.

Sendo uma de nossas tendências de telecomunicações sobre a qual escolhemos falar, IoT pode ser destacada dentro do setor da seguinte forma:

Monitoramento e segurança: confiando em uma rede de alta disponibilidade, as empresas de telecomunicações podem se aliar a fabricantes de dispositivos como câmeras e lâmpadas inteligentes para enriquecer seus portfólios.

Casas e cidades: à medida que a 5G se torna cada vez mais disponível, suas possibilidades também se expandem - seja em nossas casas (dispositivos interligados, IA, automação, controle climático, etc.) ou em futuros modelos de cidades inteligentes (mobilidade, acessibilidade, lazer, etc.).

Serviços de conectividade: as empresas de telecomunicações devem investir cada vez mais em uma rede de alta disponibilidade, elevando a qualidade de seus serviços de conectividade tanto para as empresas quanto para os usuários finais.

Oportunidades para CSPs: para que as empresas de telecomunicações possam explorar todo o potencial do IoT, elas terão que buscar parcerias que saibam utilizar as vantagens competitivas de suas redes, tais como streaming de conteúdo, empresas SaaS, análise de dados e nuvem, entre outras.

Naturalmente, estes são apenas alguns dos inúmeros usos que o IoT pode trazer para a área de telecomunicações. Poderíamos também mencionar possibilidades empolgantes que envolvem a cadeia de bloqueios, veículos autônomos e usos industriais.

Tudo isso atinge o escopo das telecomunicações promovendo avanços, mas também exigindo infraestruturas robustas, uma vez que a democratização do IoT depende da disponibilidade de conexões seguras e estáveis - o que também expande as oportunidades para serviços de computação em nuvem e de ponta.

O ano 2023 é um ano importante para a indústria de telecomunicações. Será um momento de transição, à medida que vemos o surgimento de novas tecnologias e tendências que terão um grande impacto na forma como utilizamos os serviços de telecomunicações. Para manter uma vantagem competitiva, as empresas e provedores precisam estar cientes dessas tendências e investir na infraestrutura necessária para apoiá-las.

Cada uma dessas tendências de telecomunicações representa uma oportunidade significativa para essas empresas crescerem seus negócios e aumentarem sua participação no mercado. As que são capazes de capitalizar estas oportunidades estarão bem posicionadas para ter sucesso nos próximos anos.

Na EdgeUno, estamos comprometidos em estar à frente da concorrência para fornecer à América Latina e além dela os melhores serviços de telecomunicações. Estamos constantemente investindo em novas tecnologias e expandindo nossa infraestrutura para apoiar as últimas tendências. Nosso foco em experiências de edge, cloud e conectividade garante que nossos clientes tenham sempre a melhor experiência possível.

Portanto, se você estiver procurando um parceiro que possa ajudá-lo a ficar à frente, contate a EdgeUno hoje mesmo. Teremos prazer em discutir suas necessidades e adaptar uma solução que atenda às suas exigências específicas.


Postos similares